25.9.07

 

Poemas 119
Poems 119


Brinquedo
Clarissa Reis

Guardo no bolso
apenas lembranças.
a silhueta da lua.
a ampulheta destruída.
a ratoeira já velha e
abandonada...
o som da tua voz
que faz eco e requebra
com o repeteco das águas.
o brinquedo frio
pela fúria do vendaval.
o pinheiro tombado
o meu sono... que vem levar...

Comments: Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?