11.2.10

 

Felis Catus
Sergio Pinheiro Lopes


Eram duas gatinhas gêmeas e
Ela me pareceu a mais
Meiga. Escolhi-a e
Não me enganei.
Tem para mais de cinqüenta
Miados, dos conhecidos até agora.
O de chegada, dos livres passeios pelos
Telhados, que esta é dona do seu
Ir e vir;
O do querer comer;
O do pedir colo; o do
Volto já e o do olha eu
Aqui, entre

Muitos outros.
Conversamos muito
Eu e ela,
Nas manhãs e nos
Entardeceres.
Com conversas miadas e faladas que só a
Nós pertencem.
Tolo isso, de fazer um poema para uma
Gata, bem sei.
Chama-se Mel,
Que foi seu primeiro miado.
Como minha avó materna,
Escolheu o próprio nome.
Privilégio de poucos.


Comments: Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?