9.12.10

 

A Era do Absurdo
Grandes Idéias
Michael Foley


Toda Grande Idéia é uma megalomaníaca dedicada à dominação do mundo: Os marxistas intepretavam tudo em termos de classe; os freudianos em termos de infância; e as feministas em termos de gênero. No fim, a nova maneira de ver se torna um novo par de antolhos. Todas estas três Grandes Idéias saíram de moda - mas sempre há novos contendores em busca do imperialismo intelectual.
E muitos velhos contendores ainda estão lutando pelo domínio. As religiões são as imperialistas intelectuais mais ferozes. Uma religião é, por definição, uma Grande Teoria Unificada Sobre Tudo, fornecendo, para aqueles preparados a oferecer lealdade absoluta à marca, uma loja para todas as exigências espirituais e intelectuais (o Budismo sendo uma honrosa exceção).
E que luxo é ter todos os problemas explicados e receber uma solução pronta.
A tentação de se render a um sistema é forte, e a perspectiva de independência pode ser aterradora.
E existem evidências de que os que crêem são mais felizes. Então por que não crer? É até possível crer sabendo que a crença é absurda.
O famoso salto de fé de Kierkegaard foi um salto consciente para o absurdo.

Comments:
Sergio,gostaria de saber porque o budismo é uma honrosa exceção. Não conheço o budismo.Por isso a minha pergunta.
Gostaria de saber também se você é budista.
Abrços,
Dalva
 
Dalva,

A exceção é por conta de não ser uma teoria. Segundo alguns, sequer é uma religião,estando mais próxima da filosofia, pois o entendimento só vem através da prática da meditação e não da leitura de textos ou fidelidade a uma organização. Pratiquei o Zen-Budismo durante alguns anos.
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?