7.8.11

 

A Dor
Khalil Gibran


Sua dor é o quebrar da concha
que encerra sua compreensão.


Como a casca da fruta deve se quebrar para que sua
semente apareça sob o sol,
assim também você deve conhecer a dor.


Se seu coração pudesse se manter sempre maravilhado
com o milagre diário de sua vida,
sua dor não pareceria
menos maravilhosa que sua alegria;


E aceitaria as estações de seu coração,
como sempre aceitou as estações que passam sobre seus campos.


E esperaria com serenidade
durante os invernos de sua aflição.

Muitas de suas dores você mesmo escolheu.

É o remédio mais amargo com o qual
seu médico interior cura o seu Eu doente.

Portanto, confia no médico,
e beba seu remédio em silêncio e tranqüilidade.


Porque sua mão, embora pesada e dura,
é guiada pela suave mão do Invisível.


E a taça que Ele te dá, embora queime seus lábios,
foi fabricada de barro umedecido
por Suas lágrimas sagradas.



Comments: Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?